quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Finjo...

Eu continuo fingindo. Sempre. Fingindo não querer te ver, fingindo estar bem quando você não responde. Fingindo não amar tanto. Porque a revista desse mês dizia pra não demonstrar amor. Então tá, eu finjo. É pra continuar comigo? Eu finjo o que for preciso.
Finjo não sentir ódio quando me despreza e finjo não chorar de dor quando você desaparece. "Tá tudo bem, sério. Só não te liguei hoje por estar muito ocupada". Eu finjo não ter tempo pra pensar em você.
Mascaro meus sentimentos pra não te assustar. E finjo não querer entrar numa briga pra não afastar você de mim. Mas eu queria muito brigar. Brigar e falar tudo que eu penso. Sobre tudo. Desatar esse nó que chega a comprimir a respiração. Acusar você e te fazer culpado. Mas eu finjo ser culpada sempre. E assumo a carapuça de louca. Só pra (man)ter você. É uma boneca de cera que você quer? Então toma! Vou fingir que não te acho um babaca por não estar aqui. E continuo fingindo entrar nos seus joguinhos lastimáveis. Coloco o coração pra fingir não bater. E o corpo fingir não esquentar. "Não quero nada além de diversão, tô só curtindo". Pra ter você, eu finjo.

9 comentários:

  1. Fernandaaaaa... tô ficando seriamente assustada com vc...kkkkkkkkk
    Para de ler meus pensamentos, mulher... desligando a conexão...kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjokas, sua linda!

    ResponderExcluir
  2. Esse texto é a mais pura realidade, hj eu sinto que para manter um relacionamento com um homem, temos que fingir que não estamos nem ai pra eles, porque se demonstramos os nossos sentimentos, levamos na cara feio, infelizmente...Perfect esse texto, principalmente a frase final: Pra ter vc, eu finjo.

    ResponderExcluir
  3. Que o eu lírico deste texto se permita um momento de catarse, de preferência num tête-à-tête com "ele".

    Beijo no coração e um brinde aos momentos em que nos permitimos a catarse.

    ResponderExcluir
  4. "O mais difícil não é escrever muito: é dizer tudo, escrevendo pouco."
    (Júlio Dantas)

    Bom, como ainda não sou bom o bastante a ponto de conseguir expor minha opinião com poucas palavras, surgiu um futuro post na minha primeira tentativa de comentar. Então agora vou tentar ser objetivo.

    Acredito que isso independe de sexo.
    São dois mundos bem diversos se colidindo, se descobrindo. Não importa quão interessante seja, tem é que saber dosar a intensidade com que se entrega. Conquistar é relativamente fácil, manter que é um trem complicado, por isso é sempre bom ter uma carta na manga.
    O óbvio não tem graça. Surpreenda sempre, e então será surpreendida.

    Bjim.

    @ChrisRibeiro

    ResponderExcluir
  5. Na verdade, vivemos na defensiva. Fingir é uma forma de se fazer isso! Só fingindo mesmo..
    Adorei!!

    bjoo
    http://feedbackpositivoagora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Passando para dizer que mudei o domínio do blog. Agora é http://fesobrinho.blogspot.com
    Então se vc segue meu blog, quando puder, segue novamente, pq eu ACHO que você não verá as atualizações
    do blog e isso, com certeza, me deixará muito triste.
    E se vc linkou ele na barra de seu cantinho, altere o endereço tbm por gentileza, pq será a mesma coisa, vc não visualizará minhas postagens diárias.

    Por favor, não deixe de me seguir, e se vc não segue, que tal conhecer meu cantinho?...rs
    Eu, já te sigo, já tem um tempinho.

    bjs da Fê.

    ResponderExcluir
  7. nossa, muito lindo seu texto.. parabéns! eu adaptei seu texto, e coloquei no meu tumblr tá? mas coloquei seu nome e link lá, beijos, dá uma olhada! http://alwaysmore2love.tumblr.com/post/9549631105

    ResponderExcluir