quarta-feira, 6 de abril de 2011

Decifra-me.

Decifra-me.
Enxerga a malícia da minha respiração.
Tateia os arrepios das minhas costas.
Entenda a verdade do meu sorriso.
Desvenda o mistério do meu olhar.

Envolva-me.
Passeia em minhas curvas sem pressa.
Sussurra meu nome outra vez.
Aproprie-se das minhas mãos. Usa.
Faz do seu corpo minha toalha.

Devora-me.
Me faça sorrir.
Me faça sentir.
Me faça mulher.

Decifra-me.

6 comentários:

  1. Lindoooooo! Sensual, profundo, romântico, feminino... Perfeito!

    Beijo enorme no seu coração poético.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!!


    bjoo
    http://feedbackpositivoagora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. FER QUE LINDO SENSUAL FEMININO... HOJE SONHEI QUE CASEI DE NOVO HAHAHAHA TUDO IGUAL VC ESTAVA LA CLARO.
    MEUS PAIS SEMPRE MANDAM BEIJOS PRA VC!!! VC NOS AJUDOU MUITO OBRIGADO POR TUDO SEMPRE!!
    ADORO SEU BLOG LEIO SEMPREI .. E CLARO NAO ME CASARIA DE FIONA KKKK BJUS JANA

    ResponderExcluir
  4. Grilo. você arrasou...
    Sensual, gostoso de ler... como sempre, né?
    A vontade que existe no íntimo de toda mulher... ser decifrada...
    colocar esse momento em palavras? Tinha que ser você!

    ResponderExcluir
  5. hummmmm
    q liiindo!!!! Envolvente e sedutor esse poema! beijocas!!!

    ResponderExcluir