quinta-feira, 21 de abril de 2011

A partida.

É sempre triste a notícia que algúem se foi... Principalmente alguém de seu convívio diário, que viveu tanta coisa junto, que foi tão importante para muitas pessoas que você ama...
E de repente, num rompante de suspiro, numa última respiração, a pessoa se vai. Pra sempre. Como aceitar que alguém que estava ali, há minutos, nunca mais voltará? A dor no peito e o inconformismo são inevitáveis, seja qual for a crença, nos primeiros momentos não há quem não sinta o vazio deixado por uma vida querida.
E nos resta pedir força a Deus. Força pra superar, seguir em frente, e principalmente força pra amparar os mais frágeis, os que ainda sofrerão por muito tempo com a ausência, força pra ajudar na plantação de um novo jardim no buraco negro que ficou no coração dos que nos rodeiam.
Ficam as lembranças, os momentos, as lições... muitas lições... entre elas a de que nosso corpo é uma máquina e pode parar a qualquer momento, portanto, cuidemos dele. Mas a mais importante das lições é respirar a coragem de sentir, expor os sentimentos ao mundo, independente de opiniões ou regras. Dizer hoje, porque amanhã pode não dar tempo. Esquecer mágoas, pôr fim aos joguinhos, engolir o medo e VIVER!
Fale, cuide, brigue, ame... enquanto há vida.

10 comentários:

  1. Sem palavras Fer. Vc disse tudo!!!
    Bjs. Força!!!

    ResponderExcluir
  2. "...Me lembro de você e de tanta gente que se foi cedo demais...
    Eu aprendi a ter tudo o que sempre quis, só não aprendi a perder..."

    Parafrasear o Renato Russo não diminui o vazio, nem tampouco vai ajudar a plantar um novo jardim... It's a place where a garden never grows.

    Meus sentimentos, trenzim!

    =/

    ResponderExcluir
  3. Oi amore!
    Posso usar as suas palavras?
    "Mas a mais importante das lições é respirar a coragem de sentir.."
    Sem mais!
    Qq coisa, mas qq coisa mesmo é só gritar!
    Bjim!

    ResponderExcluir
  4. Só quem passa que senti!!! Dói demais!! Mas Deus e os verdadeiros amigos são muito importantes não somente nesta hora mas sempre que estão por perto pra nos cuidar! Beijo grande pro Edgar e procê!!!

    Sabe que nessas horas não sou muito boa nas palavras!!

    Beijoo Fer!!!

    ResponderExcluir
  5. Minha querida acredito na partida da morte como uma viagem e em algum lugar, no espaço, no tempo e até mesmo em outras vidas, todos vamos nos reencontrar...bjão pra vôcê.

    ResponderExcluir
  6. O importante é ter fé para superar tudo isso flor!Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não tenho mto oq dizer, mas posso falar q sei oq vcs sentem, perdi meus dois avôs em 15 dias no ano passado.

    A saudade vem e isso é fato, mas sempre lembre daqueles momentos bons e de risada dos momentos comicos, isso ajuda muito.

    e claro, estamos ai =P

    ResponderExcluir
  8. Até na dor vc consegue nos emocionar com seus textos!!! Fiquei sabendo através do Vini, e deixo aqui meus sentimentos pra vc e o Edgar e todos os familiares. Beijos minha querida!!!!! Te amooooooooo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá querida, que saudade de passear pelo seu blog...

    Eu perdi meu pai num infarto fulminante. Absorvi bem o seu texto, me senti até acarinhada por ele!

    Beijo grandÃO, no coração.

    ResponderExcluir