terça-feira, 24 de maio de 2011

Recomeçar...

Não sigo nenhuma religião específica mas me considero uma pessoa muito espiritualizada. Converso com Deus todos os dias, às vezes mais de uma vez. E modéstia a parte até que tenho moral viu, Ele sempre me abençoou muito. 
Não frequento nenhum local de adoração nem sou adepta de ouvir canções religiosas, mas essa música em especial me toca de uma maneira bem intensa. Desde a primeira vez que ouvi, há alguns anos, senti uma coisa muito boa, um arrepio de luz mesmo. De vez em quando eu ouço, e hoje em especial tive uma vontade imensa de escutar. Na verdade eu precisava escutar. Ao mesmo tempo que parece entristecer, é uma tristeza que se transforma em força. Tá em looping infinito, já recomeçou uma dúzia de vezes. Me transmite uma sensação tão boa de esperança e fé, que não poderia deixar de compartilhar...

Pai,
Tá difícil manter o caminho,
Tenho andado em meio a espinhos,
Nem sempre é tão fácil acertar.

Pai,
Emoções descalçam os meus pés,
Me roubando em meio a cordéis,
Que me enlaçam em minhas fraquezas.

Pai,
Eu nem sei o que te falar,
Mas eu quero recomeçar,
Me ajuda neste instante.

Preciso da tua mão,
Vem me levantar,
Faz-me teu servo Senhor,
Me livra do mal.
Quero sentir o teu sangue curar-me.
Agora meu Senhor,
Vem restaurar-me.

(Aline Barros)




8 comentários:

  1. Flor eu sou suspeita em falar. Eu amo música religiosa e me apego muito nas canções. Eu amo essa música e acredito que ela tocou você por ter expressões fortes de fé. "Me livra do mal"
    Beijos... saudades daqui!!

    ResponderExcluir
  2. Fer preciso confessar que apesar de ser espírita, acho linda as músicas evangélicas e tudo que fala de Deus, amor e paz faz sempre muito bem, essa canção é linda, mesmo porque sempre precisamos da mão dele, porque na hora do aperto é ele que nos levanta, mas é preciso ter fé...linda essa música.

    ResponderExcluir
  3. adoreeii...
    http://comicaseironicasdaocronicas.blogspot.com/
    depois dá uma olhadinha no meu blog!
    bjoos

    ResponderExcluir
  4. Também não tenho religião nenhuma, mas acho tão legal às músicas que cantam... Acho que a música sim nos deixa em contato com nosso Deus interior. E por que não ouvi-las? Cada uma desperta um sentimento diferente, sendo gospel ou não. Cultura é tudo! rs

    ResponderExcluir
  5. Tb me sinto assim como vc, sem religião não sou, acredito no catolicismo, embora não concorde com algumas normas, porém, não posso mudar o mundo,entretanto, não freqüento nenhuma igreja em especial, porém me sinto tremendamente espiritualizado e isso é o que me importa.
    Bom dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Amada,
    tbm não me apego às músicas gospel.
    Mas sabe, tem umas que são luzes no meu dia.
    Fiquei curiosa e fui ouvir essa que vc indicou.
    Percebi que já conhecia, e já fazia um tempinho.
    É linda mesmo! Uma inspiração!

    Acho que vc tbm curtiria Flávio Venturini. Que não é gospel, mas dá uma inspiração.
    #FikDik

    ResponderExcluir
  7. Lindona,

    eu curto uma coisinha em uma religião, me identifico com outra em outra e assim vai... Ou seja, tb bastante espiritualizada! Adoro ler livros budistas... E essa canção veio a calhar!

    A vida é mesmo cheia de recomeços... E quer saber? Graças a Deus!

    Beijo grandão.

    ResponderExcluir
  8. Eu infelizmente, mas infelizmente mesmo, tenho um pouco de rejeição a essa música que é linda. Vivi com uma pessoa muito nociva que cantava essa música com uma demagogia tremenda que maculou seu significado pra mim.
    Mas a letra realmente é de uma luz imensa... e pra recomeçar tenho q me libertar dessa mácula né?
    Ah, flor... mesmo "sem religião" e sem enfatizar isso... todo mundo precisa de Deus ou acreditar em algo e ele naum separa quem tem ou não religião. Protege a nós todos da mesma forma.. beijo meu grilo!

    ResponderExcluir