sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Inconstâncias.

Não tinha o hábito de falar o que sentia. Então ela resolveu escrever...

"Tenho vontade de te virar do avesso. De periciar cada cantinho seu pra ver o que tem aí dentro. Quando do alto da minha altivez jamais podeira imaginar alguém tão inconstante quanto eu mesma, você surge da forma mais simplória e acaba com meu sono.
Você faz tudo errado, e no fim acaba acertando. Tem os defeitos mais inaceitáveis e é irritantemente perdoável. Em pouco tempo acaba comigo e com a minha vontade de respirar. E em milésimos de segundo faz me sentir Afrodite reencarnada. Sim, se mamãe não tivesse me dado uma bela educação emocional já estaria na vigésima caixa de rivotril.
E por que será eu gosto tanto de você e continuo te querendo feito louca? Só pode ser esse seu jeito instável... eu me entedio fácil, e sua forma volúvel de conduzir os dias acaba me mantendo interessada. É... deve ser isso. Bom... sei lá, certas coisas não foram feitas para serem entendidas. E essa nossa relação é complexa demais pra definir de uma forma racional.
Confesso que já pensei algumas vezes em cair fora. Dar um tchauzinho e dizer: "foi bom, mas preciso de alguém que me dê mais mimo". Mas é tão difícil desistir de você. É tão difícil resistir a você. Então eu fico aqui, esperando sua vontade. Esperando você me desejar por mais um tempo. Três horas fazendo amor é pouco... Eu quero o lance full time, saca?
Ok, tô levando minha vida, escrevendo um pouco, trabalhando um pouco... pensando em você em cada meia que eu coloco na máquina de lavar. Pensando se hoje vai ser um daqueles dias que você me liga meia dúzia de vezes, ou daqueles que cava uma briga pra ficar longe uma semana. Tendo sempre como consequência a massagem do seu ego de me ver correr atrás todas as vezes, mesmo estando certa da minha razão. E não posso nem desdenhar da sua pretensão, porque vou continuar fazendo... até quando meu amor não for mais suficiente pra isso, ou até quando minhas pernas se cansarem..."

"E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito." (Caio Fernando Abreu)

Besos...

3 comentários:

  1. Nada melhor do que escrever, para expressar o que sente...besos

    ResponderExcluir
  2. Meu amor não é mais suficiente e minhas pernas se cansaram :-(

    ResponderExcluir