quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Me deixa sozinha...

Me deixa sozinha. No meu canto. Só um pouquinho. Só pra eu poder chorar em paz.
Só pra eu ficar ali, agachadinha abraçada ao meu joelho, pensando... pensando e rezando pra tudo isso passar logo.
Deixa eu ficar sozinha até meu rosto ruborescer e meus cabelos molharem nas lágrimas.
Me deixa sozinha pra gritar e desatar esse nó que eu tenho na garganta. Afrouxar esse aperto no peito. E sanar todas as minhas dúvidas. Que são tantas.
Me deixa quietinha só um pouco. Só o suficiente pra eu entender o que tá acontecendo. Ou pra eu entender que nunca vou conseguir entender nada disso.
Me deixa sozinha pra pensar em você. Pensar e chorar e me arrepender. Quero só um tempinho pra mim. Pra tentar compreender por que tudo é tão complicado. Por que não tenho o controle. Por que não fazer o que tenho vontade...
Me deixa sozinha pra sentir ódio de mim. Pra sentir pena de mim. Pra sangrar. Pra sofrer. Eu preciso me ferir ainda mais. Preciso me castigar. E me cobrar. Me cobrar muito, assim como todos fazem.
Quero ficar sozinha pra sentir meus desejos mais secretos sem pudor. Pra pensar em cometer as mais loucas atrocidades. Quero ter o direito de fraquejar, mesmo que por alguns instantes. Poder sentir que o mundo não me pertence.
Me deixa sozinha só um pouquinho. Pra eu me desesperar quando olhar pro lado e não te ver. Me deixa sozinha pra morrer... morrer devagarinho e sorrindo. Me deixa sozinha pra ressurgir.
Quero estar sozinha quando os soluços acabarem. Quando a fresta de luz começar a entrar. Quero olhar no espelho e ver somente o meu rosto refletido, exausto e sereno... com a única certeza de que, na verdade, eu nunca quis que me deixasse sozinha...

11 comentários:

  1. Que maravilhoso esse texto Fer, sim as vezes precisamos dos nossos momentos de solidão, mas é claro que não queremos ficar ali pra sempre sozinha e são exatamentes nessas crises é que damos conta disso.
    Na verdade nunca quis que vc me deixasse sozinha! Perfect...

    ResponderExcluir
  2. Ok, é só me chamar quando quiser compahia... belo texto florzita!!

    ResponderExcluir
  3. Que Lindo anju, Nossaaaaaaa perfeitoooo!!!

    ResponderExcluir
  4. Fer,
    vislumbrante!
    Tanto que até dói ler, dá pra sentir a dor...
    Parabéns.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. do jeito que me sinto nesse momento.Mas é sempre.Sempre há um vago na minha vida e não sei o que é que preenche.

    ResponderExcluir
  6. Eu cheguei aqui pela foto postada lá em cima, mas gostei tanto que já me registrei na sua academia de letras, tanto que acabei até me esquecendo de "roubar" a foto que tinha vindo buscar.

    ResponderExcluir